Conversa: Porquê o teatro para a infância e juventude?

CONVERSAS: PORQUÊ O TEATRO PARA A INFÂNCIA E PARA A JUVENTUDE

Conversa: Porquê o teatro para a infância e juventude?

O “Porquê? – Teatro Para Infância e Juventude” resulta da aproximação física da Fértil ao território do Vale do Rio Este que permitiu à direcção artística da Fértil perceber a necessidade de trabalhar com a comunidade. A Fértil desenvolve assim, há três anos consecutivos, um evento de programação ligada ao teatro para a infância e juventude e dá origem ao “Porquê? – Teatro para Infância e Juventude”. A importância e particularidade deste projecto assenta de este ser desenvolvido maioritariamente para escolas numa área com menor oferta artística, apoiando assim a descentralização cultural e artística no concelho.

Durante o festival, damos lugar à conversa que trata um espaço de reflexão onde são convidados criadores e programadores para discutirem em torno do mote “Porquê o teatro para a infância e juventude”. Esta reflexão é aberta a toda a comunidade e público em geral, criando-se um diálogo aberto com os convidados.

Os registos destas conversas – das edições 2018 e 2019 que contam com a presença de Soraia Pires, Paulo Duarte, Isabel Barros, José Caldas e Susana Menezes – foram transcritos e publicados numa edição conjunta e deram origem aos fascículos “Porquê o Teatro Para a Infância e Juventude”. A publicação e divulgação destas conversas permite que seja feita uma análise, embora que parcial, do teatro para a infância em Portugal.

O fascículo tem o custo de 3€ e para adquirir um exemplar basta enviar um email para correio@fertilcultural.org ou enviar mensagem através do Facebook ou Instagram da Fértil Cultural.

Esta edição tem o apoio da Direcção Regional de Cultura do Norte.