Primavera

Primavera07Sinopse

“No Inverno a noite chega muito cedo, tão cedo que nem dá para fazer nada. Não é que eu faça muito. Cansa-me este escuro do Inverno. Acordámos, está escuro, ainda não recolhemos e já está escuro outra vez.”

Mas a seguir ao Inverno vem sempre a Primavera. Sempre foi assim e há-de continuar a ser. A Primavera é o recomeço. Mas recomeçar o quê quando estamos velhos e isolados? “Primavera” fala-nos da última velha de uma aldeia serrana e que com ela já só vivem as histórias do passado. Muitas são as lembranças de uma vida que outrora teve e que agora transporta consigo. A aldeia essa fica vazia e nada há de contar.

 

Ficha Artística

Texto e encenação Rui Alves Leitão
Interpretação Neusa Fangueiro 
Direcção de actores Etelvino Vázquez
Cenografia e figurinos Terese Deduraite
Apoio à cenografia Rodrigo Viterbo
Máscara Neusa Fangueiro
Cartaz Sandra Neves
Costureira Carmo Alves
Desenho de luz Paulo Neto
Fotografia e vídeo Rui Alves Leitão
Produção executiva Rui Alves Leitão
Agradecimentos ACERT
Co-produção Fértil / Casa das Artes de Famalicão