Primavera . estreia a 21 e 22 de março

A Fértil encontra-se a montar o seu novo espetáculo em coprodução com a Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, que terá estreia nos dias 21 e 22 de março na Casa das Artes.

Este espetáculo é da autoria de Rui Alves Leitão e uma interpretação a solo de Neusa Fangueiro. Neste momento estão a decorrer os ensaios e a montagem do cenário pelas mãos de Teres? Ded?rait? com a assistência de Rodrigo Viterbo.

Sinopse

“No Inverno a noite chega muito cedo, tão cedo que nem dá para fazer nada. Não é que eu faça muito. Cansa-me este escuro do Inverno. Acordámos, está escuro, ainda não recolhemos e já está escuro outra vez.”

Mas a seguir ao inverno vem sempre a primavera. Sempre foi assim e há de continuar a ser. A primavera é o recomeço. Mas recomeçar o quê quando estamos velhos e isolados? “Primavera” fala-nos da última velha de uma aldeia serrana e que com ela já só vivem as histórias do passado. Muitas são as lembranças de uma vida que outrora teve e que agora transporta consigo. A aldeia essa fica vazia e nada há de contar.

primavera-webCartaz de Sandra Neves

 

Autor: Fértil

A Fértil surge do encontro entre o teatro e a antropologia, duas formas de olhar para o ser humano como produtor de cultura e de questionar a sua condição de vida. Em 2010 é fundada a associação com o propósito de dar voz às criações e investigações que partam desse princípio. O teatro é por excelência o laboratório onde se permite a experimentação do nosso trabalho. Privilegiando as criações originais, permite-nos, como criadores, uma melhor abordagem às mais diferentes temáticas e a adequação destas ao nosso propósito, assim como a afirmação dos artistas envolvidos.