Mensagem 5º aniversário da Fértil

Cinco anos! Uma meia dezena de anos que um dia poderão vir a ser a dezena inteira. Um percurso de vários solavancos em que aproveitamos cada obstáculo como degrau para chegar ainda mais alto. Nem sempre vimos muito bem onde pôr os pés e até andamos um pouco às cegas. Foi este risco que nos trouxe até aqui hoje e que nos fez ser cada vez mais fortes e mais resistentes.

Temos vindo a conquistar novos parceiros, novos projectos, novas ideias, mas sobretudo temos vindo a conquistar novos públicos que nos alimentam a esperança e nos fazem acreditar que é possível. É para vós que nós trabalhamos. É para vós que nos esforçamos cada vez mais para que as nossas criações vos tragam algo de novo, vos façam inspirar e sobretudo vos façam acreditar de novo, e de novo, e de novo… sempre sem parar.

Esta relação simbiótica entre a Fértil e o público é a base do que fazemos de há cinco anos até hoje. Uma relação de dádiva de ambas as partes que prosperam para um mundo melhor. Parece até utópico, e se calhar até é, mas nós gostamos de pensar assim e de partilhar cada vez mais.

Hoje completamos meia dezena de anos com os olhos postos na dezena, acreditando que quando lá chegarmos continuemos a ter o vosso apoio, o vosso carinho, as vossas visitas e as vossas partilhas. Mais do que qualquer outra coisa, o vosso apoio é o nosso motor para podermos criar cada vez mais e por isso dedicamos este aniversário a todos vós que sois o nosso público.

Bem hajam por existirem e nunca desistirem, mesmo aqueles que nunca nos viram, mas nos apoiam à distância com o objectivo de um dia nos cruzarmos.

Autor: Fértil

A Fértil surge do encontro entre o teatro e a antropologia, duas formas de olhar para o ser humano como produtor de cultura e de questionar a sua condição de vida. Em 2010 é fundada a associação com o propósito de dar voz às criações e investigações que partam desse princípio. O teatro é por excelência o laboratório onde se permite a experimentação do nosso trabalho. Privilegiando as criações originais, permite-nos, como criadores, uma melhor abordagem às mais diferentes temáticas e a adequação destas ao nosso propósito, assim como a afirmação dos artistas envolvidos.