“Papim Papa Palavras” no Festival Era uma Vez no Mês (Braga)

O Papim vai estar no próximo Domingo, 20 de Agosto, no Festival Era Uma Vez no Mês, na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva (Braga), às 11h00.

Esta é a segunda vez que acontece este festival de teatro para infância e também é a segunda vez que a Fértil é convidada a participar neste novo projecto do Município de Braga.

 

SINOPSE

Papim, um monstro papão fora do vulgar, em vez de assustar meninos vem para lhes mostrar a magia das palavras existentes nas histórias. Um monstro imaginário criado pela mãe do Afonso através do seu brinquedo preferido, um móbil cheio de palavras ilustradas. Durante o espectáculo vamos brincar com muitas palavras e a sua sonoridade. A porta bate e o Papim, que é um papão, papa tudo o que lhe aparece à mão.

“Papim Papa Palavras” é uma criação dedicada à primeira infância e família.

Criação e interpretação Neusa Fangueiro Rui Alves Leitão
Criação Plástica Theresa Campos

“Eu é que conto” no Festival Altitudes

Passados sete anos da fundação da Fértil voltamos onde tudo começou, até Campo Benfeito. É com grande apreço e gratidão que nos apresentaremos amanhã, 15 de Agosto, no Festival Altitudes com o nosso espectáculo “Eu é que conto”.

O Teatro de Montemuro sempre foi muito especial para nós, por nos permitir pôr em marcha este projecto que agora tem sete anos de vida. Foi lá onde ultimamos o conceito para a Fértil, um projecto de Neusa Fangueiro e Rui Alves Leitão, foi lá onde reunimos os nossos co-fundadores, foi lá onde fizemos a primeira residência artística e foi lá que nos estreamos. Bem haja por nos permitirem isto tudo e agora pelo convite a participar no vosso tão querido festival.

Serviço Educativo do Teatro Diogo Bernardes 2016/2017 – O balanço

No passado ano de 2016 a Fértil foi convidada pelo director do Teatro Diogo Bernardes, Ponte de Lima, a fazer uma proposta de Serviço Educativo para o ano lectivo de 2016/2017. Das várias propostas apresentadas foram aceites duas: Curso de Teatro de Longa Duração para alunos do 4º ano e Curso de Teatro para Amadores.

Ontem foi apresentado em público, no Teatro Diogo Bernardes, o trabalho dos alunos do 4º ano, “Flor n.º 12”. O espectáculo parte da obra de José Saramago “A Maior Flor do Mundo” onde os alunos da turma 12 da EB1 de Ponte de Lima criaram e improvisaram vários momentos que mais tarde foram compostos numa peça sob a direcção de Neusa Fangueiro.

Também tinha sido já apresentado, em Maio, o trabalho dos actores das companhias de teatro amador de Ponte de Lima, o espectáculo “Cominhos”. Este projecto foi dirigido por Rui Alves Leitão.

Para além do desenvolvimento de várias técnicas de representação, os dois projectos propuseram-se a desenvolvimento da criação artística de raiz, pensada e enquadrada no propósito do curso, assim como no meio sócio-cultural onde se desenvolveu o projecto educativo.

O saldo é bastante positivo e a direcção artística da Fértil congratula-se pelo trabalho realizado. Não podemos deixar, mais uma vez, de agradecer ao Teatro Diogo Bernardes pela oportunidade e ao Município de Ponte de Lima pelo apoio.

Ficam alguns retratos dos trabalhos realizados.

“Eu é que conto” no Festival Eco-Famílias

No próximo domingo estaremos presentes no Festival Eco-Famílias no Parque da Lavandeira, em Vila Nova de Gaia. Um dia ideal para passear com os mais novos e para também conhecerem o nosso trabalho.

Eu é que conto é uma criação de Neusa Fangueiro que junta vários contos dos Irmãos Grimm, assim como alguns contos tradicionais. A fusão de varias histórias, conhecidas pelos mais pequenos, cria uma outra história nunca ouvida. Uma autêntica viagem ao universo dos contos.

Eu é que conto
11 Junho . 14h
Festival Eco-Famalias – Parque da Lavandeira [VN Gaia]