“Eu é que conto” no Festival Eco-Famílias

No próximo domingo estaremos presentes no Festival Eco-Famílias no Parque da Lavandeira, em Vila Nova de Gaia. Um dia ideal para passear com os mais novos e para também conhecerem o nosso trabalho.

Eu é que conto é uma criação de Neusa Fangueiro que junta vários contos dos Irmãos Grimm, assim como alguns contos tradicionais. A fusão de varias histórias, conhecidas pelos mais pequenos, cria uma outra história nunca ouvida. Uma autêntica viagem ao universo dos contos.

Eu é que conto
11 Junho . 14h
Festival Eco-Famalias – Parque da Lavandeira [VN Gaia]

Fértil celebra o Dia Mundial da Criança em Paços de Brandão

Hoje fomos muito bem recebidos pela Escola Básica da Póvoa, Paço de Brandão, por 60 lindos sorrisos, numa escola pequena, mas cheia de boa energia.

Bem hajam a todos os alunos por serem felizes. Bem hajam, também, às professoras, auxiliares e à Associação de Pais que proporcionaram um dia feliz para estas crianças.

Cominhos . Exercício/Espectáculo do Curso de Teatro para Amadores

No próximo Domingo, a Fértil concluí o primeiro projecto do serviço educativo do Teatro Diogo Bernardes de Ponte de Lima. Será feita uma apresentação pública, no dia 28 de Maio, às 18h, de um exercício/espectáculo desenvolvido ao longo do ano lectivo 2016/2017 com 10 actores de 4 grupos de teatro amadores de Ponte de Lima: Duplaface Companhia das Artes, GACEL, Pequenos Actores do Lima e Teatro Amador da Facha.

Cominhos é um texto escrito por Rui Alves Leitão através de ideias trocadas com os participantes do curso. Além dos exercício técnicos que foram desenvolvidos no curso, também foi abordada a forma de como escrever uma peça de teatro. Os contributos vieram de todos os participantes e agora será apresentado pelos mesmos no palco do Teatro Diogo Bernardes no próximo Domingo.

“Papim Papa Palavras” estreia daqui a uma semana

No próximo sábado, dia 27 de Maio, às 16h, no Teatro Municipal de Vila do Conde, a Fértil estreará a sua nova produção para a primeira infância. Este espectáculo é uma criação e interpretação de Neusa Fangueiro e Rui Alves Leitão com a participação de Theresa Campos na criação e concepção plástica.

Papim, um monstro papão fora do vulgar, em vez de assustar meninos vem para lhes mostrar a magia das palavras existentes nas histórias e na poesia, muitas vezes esquecida do mundo infantil.

Será um sábado especial para toda a família.

Papim Papa Palavras está quase a estrear

É já no próximo dia 27 de Maio que estreamos a nova criação para toda a família com especial foco para os mais pequenos. Uma história animada e muito musicada à volta dos sons que as palavras nos dão.

Papim Papa Palavras
Estreia . 27 de Maio de 2017 . 16h
Teatro Municipal de Vila do Conde

Novo espectáculo para infância em fase de criação

Desde Abril que temos estado num novo processo de criação. Desta vez o nosso público são os mais pequenos, dos 0 aos 5 anos, e os seus familiares. Papim Papa Palavras fala-nos de um monstro papão fora do vulgar, em vez de assustar meninos vem para lhes mostrar a magia das palavras existentes nas histórias e na poesia, muitas vezes esquecida do mundo infantil.

A estreia está marcada para o dia 27 de Maio no Teatro Municipal de Vila do Conde.

“Morro de Amores” em Brufe e Louro [VN Famalicão] neste fim-de-semana

A Fértil Cultural regressa aos palcos com o espectáculo “Morro de Amores“, no programa “Casa das Artes e envolvente”, no concelho de VN Famalicão. Desta vez nas freguesias de Brufe e Louro, nos dias 5 e 6 de Maio, respectivamente. Os espectáculos estão marcados para as 21h30 e a entrada é livre.

Sinopse

Perto da aldeia há uma árvore com um pequeno banco, que de tão pequeno quando se sentam duas pessoas elas ficam muito juntas. Acredita-se que a árvore tem poderes. Essa árvore fica bem lá em cima, no Morro de Amores, como todos o chamam. Nesse morro sentem-se histórias de amor que se perpetuam no tempo e fazem crescer esse morro de dia para dia.

O espectáculo “Morro de Amores” surge inspirado por conversas com um grupo sénior com quem a Fértil desenvolveu um projecto artístico e comunitário sobre o tema amor.