“Morro de Amores” em Cavalões e Ribeirão

No próximo fim-de-semana, 28 e 29 de Outubro iremos apresentar a nossa última criação “Morro de Amores” em duas freguesias do concelho de Famalicão no âmbito do programa “Casa das Artes e envolvente” da Casa das Artes de Famalicão.

A apresentações serão no Salão Multiusos de Cavalões no dia 28 e no Centro Paroquial de Ribeirão no dia 29. Ambas as sessões serão às 21h30 e com a entrada gratuita, sujeita à lotação da sala.

morro_de_amores95

Sinopse

Perto da aldeia há uma árvore com um pequeno banco, que de tão pequeno quando se sentam duas pessoas elas ficam muito juntas. Acredita-se que a árvore tem poderes. Essa árvore fica bem lá em cima, no Morro de Amores, como todos o chamam. Nesse morro sentem-se histórias de amor que se perpetuam no tempo e fazem crescer esse morro de dia para dia.

O espectáculo “Morro de Amores” surge inspirado por conversas com um grupo sénior com quem a Fértil desenvolveu um projecto artístico e comunitário sobre o tema amor.

FICHA ARTÍSTICA

Texto Rui Alves Leitão
Encenação Neusa Fangueiro
Interpretação Alexandre Sá, Isabel Costa e Rui Alves Leitão
Cenografia Migvel Tepes
Música Rui Alves Leitão
Costureira Carmo Alves
Desenho de Luz Paulo Neto
Fotografia Margarida Ribeiro
Vídeo Rúben Marques
Co-produção Fértil, Casa das Artes V. N. Famalicão e Teatro Diogo Bernardes
Apoio Município de V. N. Famalicão e Município de Ponte de Lima

“Eu é que conto” em Braga

No próximo dia 9 de Outubro, às 11h, a Fértil irá apresentar o espectáculo “Eu é que conto” de Neusa Fangueiro na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva em Braga.No próximo dia 9 de Outubro, às 11h, a Fértil irá apresentar o espectáculo “Eu é que conto” de Neusa Fangueiro na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva em Braga. O espectáculo está integrado no Festival Era Uma Vez no Mês, uma Organização da C. M. de Braga. A entrada é livre sujeita à lotação da sala.

IMG_1781

O espectáculo “Eu é que conto” fala-nos de uma senhora que colecciona livros sabe-se lá onde e vem para contar uma história. Mas como é muito distraída chega atrasada, acaba por tropeçar em tudo e sem querer entra numa outra dimensão, a da imaginação. Confusa e com outros personagens a invadi-la constrói uma história diferente, divertida e cheia de criatividade. Baseando-se nos contos dos irmãos Grimm e histórias tradicionais portuguesas esta senhora dá-nos um momento de teatro surpreendente para toda a família.

Bem hajam TATUTEATRO


Muito obrigado à Maricruz e ao Gabriel pelo fantástico espectáculo que nos presentearam ontem na Casa da Pedreira. Obrigado também à Ana e ao Diogo por os terem trazido a Portugal. E um grande bem haja ao público.

TATUTEATRO do Uruguai passa pela Casa da Pedreira

No próximo dia 12 de Agosto, às 21h30, arranca a itinerância em Portugal da companhia de teatro TATUTEATRO do Uruguai com o seu espectáculo “Viver Com Honra, Morrer Com Glória”. O arranque desta itinerância está marcado para a Casa da Pedreira, Gondifelos (VN Famalicão), espaço da Fértil Cultural.

DSC_0216 - Edited_opt

“Viver Com Honra, Morrer Com Glória” é um espectáculo que retrata a vida de Maricruz Díaz como mãe e como cidadã activa na política do Chile. A forma de como lutou pela democracia do seu país apoiando Allende e de como vivenciou tudo isso enquanto mãe. Salvador Allende morre pouco antes da sua filha Victoria nascer.