A Fértil no Ecofestival Salva a Terra

No passado fim de semana (9 a 12 junho) a Fértil deslocou-se até Salvaterra do Extremo para participar no Ecofestival Salva a Terra.

A organização do festival, Quercus e Velha Gaiteira, convidou a Fértil a ser parceira da partida deste evento que tinha como objectivo o seguinte:

“O nosso principal objectivo com a organização deste Festival, é angariar fundos que permitam que os voluntários do CERAS continuem a desenvolver o seu trabalho com a eficácia e eficiência que lhes é reconhecida e com a possibilidade de poderem contar com mais e melhores meios.”

Esperamos que o objectivo se tenha concretizado e que se volte a realizar nos próximos anos. Para já está previsto para 2013.

Deixamos alguns retratos da nossa passagem por este tão nobre festival.

A chegada a Salvaterra do Extremo

A aldeia de Salvaterra do Extremo

A aldeia de Salvaterra do Extremo

Oficina – Construção de Didgeridoos a Partir de Rolos de Papel Higiénico

Oficina – Construção de Didgeridoos a Partir de Rolos de Papel Higiénico

Concerto – DIDGEnBASS

Concerto – DIDGEnBASS

Oficina – Aprender a Tocar Didgeridoo

Oficina – Aprender a Tocar Didgeridoo

Autor: Fértil

A Fértil surge do encontro entre o teatro e a antropologia, duas formas de olhar para o ser humano como produtor de cultura e de questionar a sua condição de vida. Em 2010 é fundada a associação com o propósito de dar voz às criações e investigações que partam desse princípio. O teatro é por excelência o laboratório onde se permite a experimentação do nosso trabalho. Privilegiando as criações originais, permite-nos, como criadores, uma melhor abordagem às mais diferentes temáticas e a adequação destas ao nosso propósito, assim como a afirmação dos artistas envolvidos.